Vale a pena investir em brindes personalizados?



Confira os brindes personalizados mais comuns, o quanto gastar e alguns erros e acertos de algumas estratégias.

Vamos começar esta matéria com exemplo real e recente. Abaixo, imagem de agendas personalizadas fornecidas pela Agência BK no final do ano de 2018.
 

 

Brinde personalizado é uma excelente opção para fidelizar sua marca. Qundo sua empresa não possuir recurso suficiente para contratar um profissional especializado na área para criar seu plano de publicidade, tenha como base as seguintes questões;
 
• Qual é a sua estratégia promocional?
• Qual é o público que você pretende atingir? (Clientes, fornecedores, colaboradores internos, amigos, etc)
• Há um orçamento disponível ou se trata de um investimento?
• Que tipo de mensagem você deseja transmitir?

Agendas personalizadas costumam ser mais caras que brindes convencionais como canetas, chaveiros, e mais barato que cesta básica, vinho, entre outros. O motivo pelo qual foi utilizado esse tipo de brinde foi respondendo as questões;
 
• Qual é a sua estratégia promocional?
Manter um relacionamento mais ativo com os clientes, fazer com que a marca seja vista por um período mais longo.
 
• Qual é o público que você pretende atingir? (Clientes, fornecedores, colaboradores internos, amigos, etc)
Clientes.
 
• Há um orçamento disponível ou se trata de um investimento?
Há um orçamento disponível, limitado a R$ 50,00 (cinquenta reais) por cliente.
 
• Que tipo de mensagem você deseja transmitir?
Compromisso, seriedade e continuidade.

Vamos pegar como exemplo alguns brindes que não ultrapassam o valor de R$ 50,00 (cinquenta reais) por unidade, como: caneta, chaveiro, agenda, abridor de garrafas, baralho, calendário, caneca, ímã de geladeira, mouse pad, entre outros. Dentro desses brindes, o que mais se encaixa dentro das respostas é a agenda. Isso não significa que a agenda é um brinde melhor que a caneta ou calendário, mas que nesta situação, um tipo de brinde atende mais uma estratégia do que outro.

ERROS COMUNS

Um dos erros mais comuns ao pensar em brindes personalizados está na necessidade de mensurar resultados com fator vendas. Para mensurar esse tipo de resultado, há mais sentido em analisar se sua marca é uma das mais lembradas pelos consumidores. Mas somente o brinde personalizado não é suficiente para que isso aconteça, é necessário também outros tipos de ações, como solucionar as necessidades ou desejos de seus consumidores com seu produtos e serviços, garantir a qualidade no atendimento, manter sua marca disponível e com frequência nos veículos de comunicação, entre outros detalhes. Fornecer brindes personalizados é importante para ajudar a fidelizar seu público, e embora esse tipo de lembrança ajude com as vendas em médio e longo prazo, não é o que garantirá uma venda.

Outro erro muito comum é fornecer um brinde personalizado sem nenhuma objetividade, para o público errado ou com um design que não seja atrativo.
 
Erros reais de brindes personalizados que não deram certo.
Por questões éticas, não serão exibidos os nomes das empresas com os exemplos abaixo:
 
• Pôster de parede, com imagem sensual, fornecida por um motel. 
Não há muitas pessoas que colariam um pôster com imagens sensuais na parede de casa.
 
• Balde de gelo com formato de vaso sanitário, fornecido por uma indústria de desinfetante sanitário.
Embora a ideia parecesse divertida e descontraída, após a distribuição dos brindes, em uma caçamba próxima à empresa foi encontrada grande parte dos brindes que haviam sido distribuídos no dia.

• Ventarola (mais conhecido como leque ou abanador), fornecido por uma empresa de ar condicionado.
Houve muita piada durante a entrega das ventarolas personalizadas. O gerente decidiu encerrar a entrega dos brindes quando um dos clientes disse “já que o ar condicionado não funciona direito, a saída é usar um abanador”.

ACERTOS

Naturalmente, há mais histórias sobre acertos do que erros nesse quesito de brindes promocionais. Confira algumas ideias simples e que funcionaram na prática.

• Squeeze personalizada, fornecida por uma academia.
• Canivete personalizado, fornecido por uma empresa que fornecia como produto principal barracas de acampamento.
• Caneta em forma de seringa, fornecida por uma clínica veterinária.

Mais do que ideias criativas, a ideia principal é manter sua marca ativa, seja fornecendo brindes simples, mais econômico, seja fornecendo brindes mais sofisticados e caros. Vale a pena investir nesse tipo de ação promocional.

ÉPOCA DO ANO MAIS FAVORÁVEL

Não há uma época do ano para fornecer esse tipo de brinde. Embora seja mais comum brindes no final do ano, como calendários e agendas, esse tipo de ação promocional é válida para o ano todo. É viável, inclusive, criar uma estratégia para atender a diferentes tipos de públicos ao longo do ano, por exemplo; em uma época, fornecer brindes para seus colaboradores internos, em outra época, fornecer brindes para seus clientes, etc.

QUANTO GASTAR/INVESTIR?

Dependendo da ocasião, esse tipo de ação deve ser analisada como um investimento. É importante que o valor não comprometa outras ações de publicidade, por exemplo; caso sua empresa esteja realizando ações para captação de novos clientes, e há um orçamento muito limitado, em muitos casos será necessário optar pela ação de curto prazo, embora a de médio e longo prazo dependa das ações realizadas em curto prazo.

TIPOS DE BRINDES PERSONALIZADOS

Confira uma pequena lista de algumas opções de brindes;

Abridor de garrafas
Abridor de vinhos
Afiador de faca
Agenda
Avental
Azulejo
Balão
Balde de gelo
Baralho
Bola
Bolsa térmica
Boneco
Bússola
Caderneta
Caixa de som
Calendário
Caneca
Caneta
Capa de celular
Carteira
Cesta de lembranças
Chaveiro
Display de mesa
Fichas de jogos
guarda chuva
Ímã de geladeira
Kit churrasco
Kit vinho
Lanterna
Lápis
Lixeira para carro
Luminária
Luva
Mala
Marca página
Máscara
Mouse pad
Pen drive
Quebra cabeça
Quebra sol
Relógio
Revisteiro
Sacola
Squeeze
Tapete
Tatuagem de rena